Assine já

Procon de Indaiatuba realizou mais de 800 audiências

O órgão que atua na defesa dos direitos do consumidor, o Procon, de Indaiatuba divulgou um balanço de suas atividades no ano de 2022. Segundo os dados, foram 847 audiências, sendo 435 com acordo e 412 sem acordo. Foram 2.435 consultas, 509 atendimentos referentes a Nota Fiscal Paulista; 1.224 atendimentos trabalhistas; 1.882 registros de atendimentos telefônicos; emissão de 1.925 CIPs (Cartas de Informações Preliminares); 2 palestras e 22 atos fiscalizatórios.

Além disso, segundo o órgão, o relatório anual das 12 empresas com mais registros de reclamação junto ao órgão de defesa do consumidor em 2022 conta com 764 queixas registradas. A Claro S/A liderou o ranking, com 117 registros no Procon, seguida pela Telefônica Brasil com 72 e Banco Panamericano, que obteve 68 reclamações no ano. Na sequência, foram registradas queixas com relação aos serviços prestados pela CPFL (53); Banco Itaú (44); Banco Bradesco (41); Banco Mercantil (41); Tim Celulares (40); Banco Santander (36); Via Varejo S/A (33); Caixa Econômica Federal (29) e Banco C6 – FiCSA (27).

Vale lembrar que o Procon é o órgão de defesa do consumidor e está ligado à Secretaria Estadual de Justiça. Quando a reclamação é feita, o Procon notifica a empresa e pede os devidos esclarecimentos. Não ocorrendo o acordo, o órgão orienta o consumidor a entrar com processo judicial no Juizado Especial de Pequenas Causas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste também