Assine já

Clínica do Santa Cruz suspende marcação de consultas por falta de internet

Agendamento é feito por um sistema que depende do serviço; prefeitura ainda não tem alternativa em caso de problemas no fornecimento

 

Moradores do bairro Santa Cruz ficaram quase uma semana sem conseguir marcar consultas médicas na clínica do bairro. Isso aconteceu, pois de segunda (23) a quinta-feira (26) a unidade ficou sem acesso à internet e, consequentemente, sem sistema para atender os moradores e realizar o agendamento das consultas. Uma moradora do bairro, que preferiu não se identificar, relatou que compareceu à Clínica do Santa Cruz na segunda-feira (23) e foi informada pelos funcionários do local que a unidade estava sem internet e, portanto, não seria possível agendar sua consulta naquele momento.

A moradora tentou fazer o agendamento até a quinta-feira (26), mas a Clínica do Santa Cruz permanecia sem internet. Somente na sexta-feira (27) ela recebeu uma ligação de um funcionário da unidade informando que a situação havia sido regularizada e conseguiu agendar sua consulta. Outras pessoas também fizeram contato e informaram que foram mais de uma vez até a unidade, mas também preferiram não se identificar por medo de represálias.

 

Resposta da prefeitura

O jornal PRIMEIRAFEIRA questionou a Prefeitura de Salto, que informou que a empresa responsável pela internet havia sido notificada e que a situação foi normalizada na tarde de quinta-feira (26). Ao ser questionada se havia alternativa, caso o sinal da internet voltasse a faltar, a prefeitura informou em nota que está “orçando a contratação de links redundantes para todas as Unidades Básicas de Saúde para que a prefeitura não fique à mercê de uma única empresa e possa assegurar a continuidade do serviço público”, informou.

“Todos os pacientes foram acolhidos mediante as necessidades de informações e os casos mais específicos foram direcionados. Quando acontece a oscilação de internet, as unidades anotam o contato do paciente e quando volta o sistema ligam para poder realizar o agendamento. Importante frisar que as agendas são eletivas e que a Secretaria Municipal de Saúde está buscando outros meios de sanar esse problema o mais breve possível”, concluiu em nota.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste também