Assine já

Cansados de esperar, comerciantes cobram Zona Azul

Sem uma empresa na cidade que faça o gerenciamento do sistema de estacionamento rotativo, a Zona Azul, há quase dois anos, a Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Salto (Acias) divulgou, nesta semana, ofício encaminhado ao prefeito Laerte Sonsin (PL) cobrando um posicionamento da Prefeitura sobre a situação.

No documento, o presidente da entidade, Wladimir Lara, disse que a demanda é um pedido dos comerciantes saltenses, que estariam sendo prejudicados pela falta do serviço. Diz o documento que a demora em regularizar algum tipo de controle no estacionamento está causando impacto negativo no comércio local, já que a falta de vagas para estacionar tem levado clientes para outras cidades, uma vez que outras cidades da região têm esses estacionamentos. “Não é aceitável que perdure indefinidamente no nosso município, conforme demonstra à demanda real da cidade, embasados no que estão vivenciando os comércios esvaziados”, destaca o documento.

A Acias pede uma solução urgente ao Executivo. “Em que pese o conhecimento de todos os problemas que esta administração enfrentou com o desligamento da empresa que operava o sistema rotativo eletrônico na cidade e a necessidade de licitação pública para que outra empresa entre em operação, têm-se que há muito se espera uma posição da substituição ou que a prefeitura possa atuar ela mesma, de alguma forma a atenuar a situação, como ocorreu na operação Natal”.

A Prefeitura de Salto foi procurada pela reportagem do jornal PRIMEIRAFEIRA, mas não se manifestou sobre a nota da Acias até o encerramento da edição. O Executivo também não informou como está o desenrolar para o retorno do funcionamento do estacionamento rotativo por das licitações que seriam feitas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste também