Assine já

Falta de internet em postos de saúde se espalha por unidades do Cemus também

A falta de internet permanece sendo um problema em espaços públicos na cidade. Por diversas vezes a falta de internet e, consequentemente, a falta de sistema, é registrada em Clínicas de Saúde. O jornal PRIMEIRAFEIRA relatou, na edição da semana passada, a situação na Clínica do Santa Cruz, que ficou durante quase uma semana sem sistema, impedindo que os moradores do bairro agendassem consultas médicas.

Moradores de vários bairros da cidade relataram que o problema também acontece em outros postos de saúde. Segundo informado por moradores do Jardim Saltense, Residencial São Gabriel e Cecap, os três bairros já sofreram com falta de internet e de sistema. Uma moradora do Residencial São Gabriel, que preferiu não se identificar, relatou que a clínica de saúde do bairro já ficou sem sistema por pelo menos três vezes.

Esse problema não ocorre somente em postos de saúde. Nas escolas municipais essa situação também é relatada. Na Câmara de Vereadores, na sessão ordinária de terça-feira (7), o vereador Fábio Jorge (PSD) expôs uma situação que, segundo ele, atinge grande parte das escolas municipais. Segundo a fala do vereador, o serviço de internet não funciona em muitas escolas e alguns professores usam seu plano de internet móvel quando necessário.

“Essa empresa de internet faz um péssimo serviço para a Prefeitura de Salto. Em 90% das escolas municipais a internet não funciona, os professores preferem usar o 3G do celular que essa internet porcaria que a Prefeitura contratou. A mesma internet está contratada nos postos de saúde e não funciona. Ficar um dia sem internet tudo bem, mas três semanas? Não dá para não ter um plano B? Então se acabar a internet na cidade por um mês, ninguém mais passa em médico?”, questionou o vereador.

O jornal PRIMEIRAFEIRA questionou a Prefeitura de Salto sobre o problema de internet em ambos os lugares, mas não obteve resposta até o encerramento desta edição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste também