Assine já

Vereadores chamam de sensacionalismo criticar o aparecimento de um rato no Hospital Municipal

O retorno aos trabalhos do Legislativo saltense foi marcado por um assunto abordado por quase todos os vereadores na sessão de terça-feira (7): a presença de um rato, flagrado entrando na recepção do Hospital Municipal. O assunto ganhou repercussão em todo o Estado ao longo da semana pela curiosidade do fato, mas os vereadores não relacionaram a situação a uma falta de limpeza do hospital.

Parte dos vereadores chegou a criticar o que eles chamaram de “sensacionalismo” a respeito do ocorrido e esses vereadores fizeram questão de minimizar a presença do animal peçonhento no prédio utilizado para tratar da saúde pública. “Estão dando muita importância ao pobre ratinho e esquecem dos ‘ratinhos’ que lá estiveram e contrataram o IBDAH que levou o dinheiro do saltense”, disse Cícero Landim (PL). “O que mais me indignou no vídeo do ratinho é que a mãe estava esperando há mais de duas horas. Isto é um descaso. O rato que entrou pela porta da frente, pode entrar… Quantas vezes já não tive problemas com rato na minha casa. Esse sensacionalismo, essa demagogia me enoja de um jeito… Não tem como não falar do ratinho e não falar dos ratinhos que faziam o que queriam e sucatearam nosso hospital”, completou Daniel Bertani (Podemos).

Outros vereadores também citaram a presença do animal como algo atípico e que não reflete a situação da limpeza do local. “Não podemos falar que o hospital esteja sujo, porque um rato entrou pela porta da frente. Talvez esteja sujo em volta, a praça, que tem muito lixo nas lixeiras. O rato não estava dentro, ele adentrou ao hospital”, afirmou Fábio Jorge (PSD). O líder do Governo na Câmara, Henrique Balseiros (PL), garantiu que a dedetização do prédio está em dia.

Entre os vereadores, porém, houve quem se manifestasse de forma contrária aos companheiros. Antônio Cordeiro (PT) foi um dos poucos que mostrou indignação em relação à presença do animal. “Como a população, que já não confia no atendimento, fica quando assiste um noticiário mostrando que há um rato dentro do hospital?”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste também