Assine já

Vereador aproveita passagem de ministro por Jundiaí para levar demandas de Salto

O vereador Antônio Cordeiro e seu suplente na Câmara de Salto, Chell Oliveira, ambos do PT, foram a Jundiaí, no sábado (25), para levar as demandas da cidade nas áreas hídrica e de habitação ao ministro das Relações Institucionais Alexandre Padilha.

Em um encontro com mais de 25 prefeitos e prefeitas e representantes de mais de 50 prefeituras do interior de São Paulo, o ministro falou do combate à fome e da retomada em todo o país do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

Ciceroneados pelo deputado federal do partido Kiko Celeguim, ex-prefeito de Franco da Rocha, os dois políticos de Salto falaram com o ministro da necessidade de melhorar o abastecimento de água da cidade e também do déficit habitacional em torno de 10 mil moradias.

“É preciso que Salto esteja representada em reuniões como essa que debatem ações no interior do Estado, principalmente pela discussão estar em torno da questão hídrica, do abastecimento e da despoluição do Jundiaí e nós estamos aqui”, disse o vereador.

Na conversa com o ministro e o deputado, Cordeiro e Chell falaram do crescimento de ocupações em áreas de vulnerabilidade que vem sendo registrado em Salto e que preocupa devido à falta de investimentos na construção de moradias nos últimos dez anos.

Para o vereador e seu suplente, a recepção do ministro foi boa e deve resultar agora, com o apoio do deputado, em novas unidades habitacionais para Salto, já que há três anos a cidade tenta trazer 100 casas e ainda não efetivou essa construção.

Antônio Cordeiro convidou o ministro para visitar Salto e verificar as condições e as necessidades. Padilha disse que pretende estar na cidade sim. Para viabilizar o encontro, o vereador conversou com o prefeito Laerte Sonsin Jr (PL), que disse receber o ministro.

Nos próximos dias, o vereador e o suplente participarão de uma nova reunião com o ministro, na companhia do deputado Kiko Celeguim, para oficializar as reivindicações com a apresentação de projetos específicos e fazer o convite oficial da visita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste também