Assine já

Cliente simula pagamento para furtar produtos em loja de autoatendimento

A proprietária de uma loja de autoatendimento, instalada em um condomínio residencial no loteamento Ilha de Capri, registrou boletim de ocorrência, na sexta-feira (3), denunciando 32 furtos que teriam sido realizados por uma mesma moradora.

Os casos tiveram início no final de fevereiro e foram registrados por câmeras de segurança. Os produtos furtados somam aproximadamente R$ 500. A acusada teria simulado o pagamento.

A loja de conveniência funciona sem qualquer pessoa atuando no local. Os clientes podem entrar, pegar os produtos e devem passar no caixa e efetuar o pagamento sem interferência humana.

Segundo a proprietária, no dia 19 de fevereiro, ao fazer o inventário dos produtos, constatou divergência de vários itens de limpeza, higiene, alimentícios e guloseimas.

Ao consultar as câmeras de monitoramento, constatou que uma mulher, em diversas ocasiões, agia sempre da mesma forma, pegando uma quantidade de itens, mas não pagando por todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste também