Assine já

Aposentado ameaça ex-companheira e também policiais militares no Centro

Um aposentado se desentendeu com a ex-companheira, funcionária de um estabelecimento comercial no Centro, e causou uma confusão generalizada no local até ser contido e preso no sábado (25). Nem mesmo com a chegada dos policiais militares, ele se conteve. Ao ser cercado, disse fazer parte de uma facção criminosa, chamou os PMs de “policiaizinhos de merda” e prometeu matá-los.

A discussão começou quando o aposentado derrubou algumas cadeiras durante uma discussão com a ex-companheira. Ao chamar a atenção por isso, ele se voltou para ela e disse que daria um tiro na cara dela. A PM foi chamada, mas o homem não parou as ofensas e as transferiu também para os policiais, empurrando aqueles que tentaram segurá-lo mesmo estando desarmado.

Os PMs contiveram o agressor e o levaram até a Delegacia de Polícia. Mesmo ao ser detido, o aposentado ainda disse que os policiais não sabiam com quem estavam mexendo e que voltaria para matar todos eles. Na presença do delegado responsável, ele confirmou as ofensas e as ameaças e ainda disse que retornaria ao estabelecimento para matar ou ao menos “dar uns tapas” na mulher.

Segundo a ex-companheira, eles conviveram por seis meses, mas ela se separou por causa do temperamento dele. Esta seria a segunda vez que o aposentado apresentou esse tipo de comportamento. Entretanto, ela disse que ele jamais ofereceu qualquer risco a ela. Ambos foram ouvidos e liberados. Eles deverão comparecer ao Juizado Especial Criminal quando forem notificados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste também